Relatos - T.R.E.E




Olá criaturas divinas,

O blog Luz da Consciência têm a intenção de compartilhar luz, expandir a consciência e fazer disseminar o fogo da chama da Essência. Dessa forma, sempre foi um espaço de relatar tanto as minhas experiências, como também os feedbacks de vocês.
Pra quem ainda não conhece, T.R.E.E - Terapia Reconectiva Energética Essencial - foi canalizada em minhas meditações por longos dois anos juntando informações para uma teoria sobre a Energia Essencial Criadora que desenrolou-se em prática.
Em março de 2018, lancei essa ferramenta onde sinto que vivo um importante fragmento da minha missão de ser instrumento do Todo usando a espada da palavra, me colocando à disposição para ser canal da Energia Essencial Criadora. E é com o coração explodindo de alegria e gratidão que juntei alguns relatos de quem passou em sessões de T.R.E.E para que vocês também saibam a cura linda que vêm acontecendo e cada vez chama mais gente para vibrar no Amor da Fonte.
Quero continuar atualizando essa página para que vire o testemunho vivo de tudo que o T.R.E.E tem proporcionado.
Eu não consigo explicar a minha alegria ao poder ver esse sonho se realizando e meu propósito se cumprindo. Dou graças e toda glória ao Universo/Uno que vêm me guiando, pois sei que sem o Todo eu não seria nada, ao Todo sou grata!
Gratidão também ao amado Arcanjo Miguel e seu exército azul, Saint Germain e a chama violeta da transmutação, Jesus Cristo e a luz dourada da essência, à Grande Mãe Pachamama e sua energia feminina vermelho-rosa da força e amor incondicional, Kundalini e Shekinah, às Plêiades e o pássaro-estrela,  e todos seres de luz que participam desse trabalho em prol da Nova Era. 
Leia cada relato sem julgamento e esteja aberto a receber a energia que vem dessas experiências de Luz, de Consciência! E se ao final da leitura você sentir que também quer se conectar à Árvore - T.R.E.E, marque sua sessão presencial ou por Skype!
Clicando nos nomes vocês podem acessar o relato da pessoa na íntegra.


JÉSSICA - presencial
"Eu senti o anjo. Senti extrema felicidade. Cada toque dela eu sentia a energia correndo pelo meu corpo. Entendi que sou amor, sou completa. Não preciso de ninguém que me complete porque eu sou o amor da minha vida, eu tenho que me dar amor todos os dias, eu sou amor. (...)"
Instagram: @jeheichstaedt

ANGELO - presencial

"Fui me entregando e sentindo uma profunda conexão com a minha essência aventureira e artística. Enquanto isso, a Evy ia colocando pedras em mim, e em algumas regiões, principalmente a do peito, sentia um choque energético muito leve e forte ao mesmo tempo. Nunca havia sentido algo parecido. Começo a me tremer só de lembrar. (...)"
Instagram: @angelobonini

LORRAYNE - presencial
"Desde a primeira vez que você falou sobre o T.R.E.E eu senti o chamado, e a cada vez que você falava eu tinha certeza que era pra fazer, mesmo que eu tivesse que sair do meu estado para ir te encontrar (e foi o que aconteceu, pois Lorrayne fez um bate-volta do ES para SP de avião para realizar a sessão). A oportunidade surgiu num momento que eu não esperava e em uma semana eu estava aí! E não poderia ter sido num dia melhor, era muito pra ser. (...)"
Instagram: @lorraynelopess

RENAN - presencial
"O Eu criança ria muito e apertava suas mãozinhas contra a barriga, o que me deixou feliz e com saudade daquela felicidade inocente e pura. Ficamos nos olhando por um tempo, até que ele me puxou pela mão e começamos a descer as escadas em direção ao portão debaixo. Durante a descida, meu Eu criança envelheceu alguns anos (...)"
Instagram: @renanfmomente

LAURA - presencial




"No momento que a Evelyn colocou uma pedra no meu chakra laríngeo, finalmente consegui falar "a tua essência é teu próprio remédio". Então, na mesma semana dessa sessão de T.R.E.E eu tive 4 dias seguidos de pura criatividade, nos quais comecei a realizar e estruturar um trabalho gráfico que há anos havia começado, mas desanimado por não achar uma identidade visual que mostrasse minha essência (...)"  
Instagram: @sol.sollara

INGRID - presencial
"Foi a primeira vez que pude sentir isso, já tinha feito meditações com pedras, mas nunca senti a vibração delas em mim, foi mágico. Durante a reconexão com meu útero eu pude sentir movimentos em círculos nele e parecia como se fosse uma limpeza que estava fazendo de todos os traumas adquiridos e passados dos meus ancestrais. (...)"
Instagram: @in_arrudaa

LEO - presencial
"A sessão acabou, e apesar de ter aberto meus olhos, eu fiquei por muito tempo nessa energia toda que tinha ocorrido no T.R.E.E. No meu caminho para casa eu estava sentindo tanta felicidade e amor, que comecei a chorar e decidi enviar uma mensagem para ela dizendo que estava literalmente transbordando de felicidade, e ela me respondeu "olha a hora que você mandou". Eram exatamente 17:17. (...)"
Instagram: @itsmeleo_n

VICTÓRIA - à distância
"Comecei a ouvir as vibrações (que já estavam forte antes) e o corpo todo pulsando, muitas luzes me circulando e tive a visão de um ser dourado tocando minha testa, e dizia: "você está perto do retorno", e foi como se uma clareza muito grande me envolvesse e só existisse isso, não sentia mais meu corpo material, e pude compreender o que estava fazendo aqui, o que tenho que fazer e que toda dor e sofrimento serviu para o crescimento e evolução (...)"
Instagram: @immaterial_golden

JULIANA - à distância
"Evy me lembrou dos chakras e da cobra (Kundalini), senti minha espinha estremecer, sentia ela parada dentro de mim, uma bola enroscada, quando enfim, começou a subir. Senti força, senti calor dentro de mim. Evy pediu para que eu respirasse fundo 33 vezes para ser mais exata, e a cada respiração sentia uma névoa densa me abandonar. Ela falou do peso das palavras presas, falou sobre as tensões e os danos nos órgãos e células do corpo, eu senti atingir minha doença autoimune (anemia hemolítica) - e a Evy não sabia dessa informação. (...)"
Instagram: @jubasilva_

BETH - à distância
"Quando chegamos no terceiro olho, as suas palavras chegavam certeiras para mim. Parecia alguém que me conhecia há anos conversando comigo, dizendo exatamente as coisas que estavam acontecendo. Comecei a me emocionar e quando vi já estava chorando. Ouvir que já vivi muitas vidas e que Deus sabe o quanto sinto saudades de casa (mesmo não lembrando dessa casa e dessas outras vidas) foi inexplicavelmente intenso. (...)"
Instagram: @bubet_

ISABELLY - à distância
"Quando coloquei as mãos no meu estômago, eu senti como se aquilo estivesse finalmente saindo de mim, literalmente, porque ao mesmo tempo que eu chorava, eu sentia a culpa escorrer pelas minhas mãos, entre os meus dedos, como um óleo denso e pesado, e quanto mais saía, mais leve eu me sentia. (...)"
Instagram: @31of12

LESLIE - à distância
"Me vi plena, realizada com nada e tudo ao mesmo tempo, porque me via sorrindo, gargalhando, podendo me expandir para todo e qualquer lugar. Ao repetir o quão bonita, valiosa, incrível, forte, luz, guerreira eu era, cada vez mais me enchia de felicidade e animação, dizendo todas essas coisas repetidamente, de forma clara, como quem tenta ensinar para alguém algo que aprendeu agora, como uma criança."
Instagram: @ovodoseubolo

PAULA -  à distância
"Esse processo foi bem intenso, pois tive que reconhecer  comportamentos para serem curados, fazer um exame dos comportamentos repetitivos, e também vezes que não cuidei de mim mesma, e procurar me perdoar por isso. Fui me vendo mulheres diferentes ao longo do tempo, como uma retrospectiva de mim mesma em diferentes momentos. Eu as encarei, perdoei pelas dores vividas e confortei com um abraço que pude sentir pele com pele - a minha pele. (...)"
Instagram: @paulinhabd



Share
Tweet
Pin
Share