A história por trás do curso

by - 09:37


Olá filh@s de Pachamama!

É com meu coração transbordando alegria e minhas mãos formigando de energia, que venho escrever a vocês sobre um passo importante na minha vida. 
Desde que me entendo por gente, vejo-me ensinando, brincando de escolinha, planejando aulas e me imaginando professora. Quero fazer mestrado, uma das metas que não saem do meu campo de visão, e estava me perguntando sobre qual direção deveria tomar para o tema. Símbolos e vontades foram surgindo... No início havia pensado em estudar algo sobre meditação e o processo de individuação. Uma das primeiras indicações que recebi da minha querida professora de pós-graduação junguiana foi o livro do Jung - The Psychology of Kundalini Yoga (ainda não tem o livro traduzido para português). Sincronicamente, eu estava imersa em experiências diretamente ligadas à Kundalini e aprendendo sobre o poder de manifestação, criação e força que essa energia é capaz de ter. Passei a ter mais afinidade com ela, chamando-a para dançar nas sessões de T.R.E.E e sendo testemunha do seu despertar. A energia Kundalini tomou conta da Casa da Lua, no sentido de trabalhar de diferentes formas nos processos individuas das três deusas que aqui habitam (eu, Gabi e Laura) . Vocês podem ver os posts que fiz da nossa amizade aqui: Uma amizade pela sincronicidade / O dia que me viram anjo
A Gabi tatuou uma cobra no braço, sua guia, a magia da transformação e dos ciclos de vida-morte-renascimento, assim como as três faces da Deusa virgem-mãe-bruxa. A Laura começou a ter projeções astrais onde encontrava figuras femininas que realizavam sua cura para a limpeza de medo e inseguranças ligadas à sombra. E eu estava vivenciando uma manifestação gigantesca do poder de ligação entre almas através da conexão kundalini, que transcende o espaço-tempo e se faz presente no aqui-agora. 
Isso foi trazendo uma aproximação muito linda entre nós e o primeiro chakra - raiz. Cada uma aqui foi revendo suas raízes, suas histórias, seus traumas, suas crenças... uma ajudando a outra a se descobrir um pouco mais. Agradeço muito pela presença dessas amigas-irmãs-anjas da minha vida!
Enfim, um desejo enorme de querer compartilhar o que eu estava aprendendo foi me tomando por completa. Eu sabia que precisava fazer alguma coisa coletiva, um grupo, sei lá. A Laura também estava na mesma vibe e foi aí que decidimos fazer, no dia 1/5, o dia de imersão na Casa da Lua. 



Foi um encontro tão lindo! Nós compartilhamos tanta luz e nos conectamos com a energia do sagrado feminino através de palestra sobre o símbolo do feminino na humanidade e sobre "plantar a lua", meditações com a terapia ELCA e o uso da medicina sagrada rapé. Fiz um almoço vegetariano pra gente e foi uma delícia conhecer essas mulheres incríveis! Ali em cima está o vídeo da deusa @tainaheloy, uma leitora do blog de muito tempo, e que participou juntamente com as deusas @bruuumoura e @camipinelo. Elas foram escolhidas por sorteio que fizemos nos perfis do @luzdaconsciencia e @mistica.mente. Foi um dos dias mais felizes desse ano até agora hahaha saudades! Me senti tão realizada de ter conseguido concretizar esse encontro. Eu e Laura estávamos em êxtase!
Por esses dias também pude reencontrar minhas pachamanas! As deusas da minha viagem ao Peru (tem vários posts sobre essa viagem aqui no blog). E pra quem já leu, sabe que essa viagem foi inteiramente sobre o resgate do sagrado feminino, dessa força e conexão com a Terra e com o útero. Foi tão delicioso poder vê-las de novo <3


Voltando a falar sobre o mestrado... Minha professora da pós leu meu TCC e gostou muito, nisso começamos a falar sobre o feminino e ela me disse que o mestrado dela havia sido sobre "Bruxas na virada do milênio". Entre as nossas conversas, um dia contei sobre o mito de plantar a lua e esse movimento que vem sendo resgatado na mulher moderna e ela me perguntou "por que você não faz uma pesquisa sobre isso?" AAAA eu fiquei muito animada. Aquele tema realmente tinha me deixado inspirada e agora quero ir nessa direção. Tudo me levando ao resgate da deusa...
É tão incrível ir contando os bastidores de como veio a nascer a ideia do curso. Pra vocês conhecerem a história que vai além de só apresentar a ideia... a energia que vem permeando nossa inspiração e criação.
Esse símbolo de "grupo de mulheres" não parou por aí. Algo muito forte aconteceu na Casa da Lua: nós abrimos um portal. Nós sustentamos uma egrégora e aqui se tornou um templo! Todas as sessões de T.R.E.E são realizadas na sala, a Laura atende ELCA, nós fazemos as meditações online aqui, e incrivelmente, as pessoas que vieram nos visitar acabaram passando por processos maravilhosos de cura e autodescoberta. Teve gente, né @arte.estrangeira, que dormiu aqui num dia que meditamos para Síria, e viu uma entidade roxa de luz na porta da sala... mal sabia ela que eu havia acendido uma vela para Saint Germain, um dos meus guias, naquela noite. Eu passei a incorporar minha mentora pleiadiana aqui e a Laura começou a trazer sua Xamã. Nossa casa passou a ser frequentada por médiuns maravilhosos, mulheres, e em cada meditação que fazíamos juntos era de uma força extraordinária! Contei um pouco do triângulo que fizemos com a @maricaldini e com a @aileenphnx nos posts anteriores. 

Desde o começo do ano, eu e a Laura estamos idealizando um retiro pelo resgate do sagrado feminino em Ubatuba. Mas até lá, essa urgência de fazermos algo aqui-agora foi maior e nos tomou completamente. E agora venho apresentar o Curso - RESGATE DO FEMININO NA CASA DA LUA:

Esse curso tem 10 encontros e neles vamos aprofundando as questões voltadas ao feminino, contando com vivências, meditações, leitura de mitos, momentos de expressão artística, palestras e muito mergulhar em nós mesmas. 
São 2 encontros por mês, das 14:00h às 19:00h, aos sábados, na rua Bartira - próximo à PUC. Apresentaremos o curso gratuitamente para as interessadas no dia 16/6 e já faremos nosso primeiro encontro, pra vocês terem o gostinho de como será! Nesse dia discutiremos os temas, apresentaremos as datas e valores, falaremos do primeiro chakra, vai ter tarô da Deusa e do Osho, meditaremos para nos conectarmos e já sinto que vai ser lindo! 
Pra quem é esse curso:
- Se você sente a pressão de ser mulher;
- Se você tem o desejo de conhecer mais a fundo sua sabedoria ancestral;
- Se você sente que precisa curar relações familiares voltadas ao feminino (filha, mãe, avós, etc);
- Se você não se deixa ouvir sua intuição;
- Se você é escrava do seu próprio julgamento/mente;
- Se você quer conhecer mais sobre seus ciclos e os ciclos da natureza;
- Se você é curiosa para aprender sobre a mulher selvagem e as faces da deusa;
- Se você quer resgatar sua criatividade;
- Se você buscar amor próprio;
- Se você quer se conhecer mais a fundo;
- Se você está cansada da lógica patriarcal;
- Se você tem a vontade de se mudar e transformar;
- Se você tem vontade de se conectar com a sua mediunidade;
- Se você se sente divida, como se algo faltasse em você;
- Se você se submete à relações não-saudáveis;
- Se você se sente insegura e sem força;
- Se você se sente desconectada consigo mesma e com o seu corpo;

ENFIM...
São tantas coisas que permeiam o feminino que não conseguiria dizer tudo. Mas, se você sente esse chamado, VENHA!
Nós nos uniremos na Unidade do Amor

A revolução já está acontecendo e somos nós, mulheres, que ajudaremos no parto da Nova Terra!
HAYLLI!
NOS AMO!
Evy

You May Also Like

0 comentários