Sobre karma e chama violeta

by - 13:13


Olá, amores! Com meu Saturno na casa 4, o meu karma está na casa da minha família de base e realmente eu tenho muita dificuldade de me vincular profundamente com meus familiares, até porque desde pequena me senti muito divida entre duas famílias e acabei não me sentindo verdadeiramente pertencente a nenhuma. O que andou acontecendo durante meu despertar da consciência foi que muito dos meus traumas infantis tiveram que vir à tona para serem curados.
 A primeira questão sobre família me veio numa meditação no início do ano, quando estava passando uns dias na casa da minha mãe. Fui meditar de madrugada no quintal para aproveitar o silêncio e o contato com a natureza. A primeira cena que me veio foi que eu estava repetindo um padrão de comportamento no qual me distanciava da minha essência. Me vi fazendo exatamente o que eu não gostava que minha mãe fizesse, como por exemplo, ter pouca paciência com meus irmãos e não tratá-los com a atenção devida. Quando me vi nessa situação, não me reconheci, eu não estava sendo eu mesma quando estava nesse ambiente... Me senti a pessoa mais hipócrita do mundo. Como eu, que sempre dizia para as pessoas nunca deixarem de serem elas mesmas, de serem amor, estava tão distante da minha essência dentro do meu próprio convívio familiar? Comecei a chorar sentida, uma dor por ter me traído.
O nosso ego é construído pelo meio em que vivemos, então é de se esperar que muitos comportamentos de nossos pais nós acabamos repetindo, porém, até que ponto esses comportamentos não estão virando um padrão da família, que vem por gerações e que muitas vezes não são saudáveis? É natural que o que foi aprendido pelo seu avô seja passado para seu pai que então passará para você, entrando como se num estado automático e inconsciente. Perceber os padrões e repetições é importante, pois à partir dessa consciência podemos quebrá-los e transformá-los quando necessário.
Foi no meio desse choro que eu entendi como o Universo é maravilhoso ao nos dar em cada segundo o presente, um presente de poder fazer diferente. Imaginei como então eu poderia transformar esse padrão comportamental. Me vi sentada com minha mãe e meus irmãos enquanto me desculpava por não estar sendo amor com eles. Que eu deveria honrar quem eu sou e isso significa respeitar e amar o meu próximo também, pois eu acredito que cada um leva Deus dentro de si e isso por si só já demanda de mim um relacionamento mais amoroso e cuidadoso.
Depois de ter visualizado esse desfecho, a cena se foi... Uma voz clara me disse "Se imagine sendo atingida por um raio de luz roxa". Então eu fui tentando mentalmente construir uma luz roxa, mas falhei miseravelmente. Eu deveria ser atingida e não tentar construir o raio de luz. Foi assim, que subitamente me veio a cena do dia que me encontrei com Arcanjo Miguel (já contei sobre essa experiência nesse post), porém a cena havia sido transformada e toda a luz do anjo e da figura do pássaro refletido na minha parede estavam com a cor roxa. Nesse instante, a luz roxa me atingiu com força. Meu corpo inteiro adormeceu e eu sentia claramente a energia fluindo em todo meu ser. Foi uma descarga energética muito forte. Não conseguia me mexer. Fiquei ali por não sei quanto tempo e senti a presença de anjos em volta de mim, como se estivessem trabalhando comigo. Eu só conseguia pensar "o Deus que habita em mim saúda o Deus que existe em vocês, obrigada pela vossa presença.". Um sentimento de gratidão e plenitude me preenchia dos pés à cabeça. Quando passou me deu vontade de dançar e eu dancei sem nem ter música. 

Fui dormir e quando acordei no dia seguinte, a primeira coisa que apareceu no meu facebook foi um post dizendo: O planeta Terra foi atingido por um raio violeta". Imaginem a minha reação... Foi aí que tive contato com o que aquilo significava. A cor roxa é a que possui a maior frequência e carrega mais energia, é a cor do chakra da coroa que nos conecta diretamente com os reinos superiores. O poder da chama violeta foi difundido por um mestre ascensionado chamado Saint Germain e ela traz uma força muito grande de transmutação de karma! Ou seja, obviamente que não foi por acaso que me guiaram a visualizar o raio violeta me atingindo logo depois de eu ter me deparado com um problema referente ao meu karma nessa vida. A chama violeta é capaz de queimar e transmutar não somente os nossos karmas pessoais como também os do planeta! Uma das visualizações bem fortes com essa chama é ver o mundo dentro da chama violeta para que ocorra a transformação kármica planetária.


No mesmo dia fui logo chamando todos para uma conversa e pude então concretizar o desfecho que havia visualizado na meditação. Me desculpei, disse o que tinha que dizer, fiz eles chorarem e claro que chorei também e então as coisas começaram a tomar um rumo diferente. Por isso sempre digo, nós podemos através da meditação nos tornarmos conscientes de muitas coisas sobre nós e podemos além de sermos observadores, agir ativamente e idealizar uma solução, uma nova realidade para aquele problema ou situação. 
Um tempo depois, comprei esse livro:
E nele fala, entre muitos outros assuntos, sobre a Nova Era de Aquário (no qual entramos desde de 2012) e explicando sobre quem era o patrono dessa era e adivinhem: era Saint Germain! (no caso o mestre da era de Peixes - a era anterior a de Aquário - foi Jesus). Foi desse livro que eu tirei e já postei aqui pra vocês o decreto de proteção, e tem uma parte no decreto que fala "a chama violeta invoco agora para todo desejo consumir e arder pela liberdade até no seu fogo me fundir".  Mas afinal o que é realmente o raio violeta?
Existem raios de luz, ondas eletromagnéticas, que são meios de transmissão energética de mestres ascencionados, anjos, etc tudo em nome do "Eu Sou" (Deus/Universo/Criador...) e servem como instrumentos para o nosso desenvolvimento pessoal e coletivo. Cada raio seria então uma faceta de Deus e todos são interligados. Quando invocamos essas forças, formamos uma egrégora de luz fortíssima. O raio violeta é o sétimo e promove a união entre matéria e espírito, libertação do karma, transmutação, limpeza, liberdade, elevação da consciência e ele rege então nossa era atual.

"A Chama Violeta é uma conhecida expressão deste raio, capaz de transmutar as negatividades e o carma humanos. É o instrumento da alquimia divina, cujo uso constante acelera a vibração do nosso campo energético; dissolve os condicionamentos mentais e emocionais e, assim, contribui para a ampliação da nossa consciência espiritual. Por meio dela, perdoamos a nós mesmos e todos aqueles que, por desconhecimento das leis da vida, nos prejudicaram." (retirado do blog Hora Cósmica)

Depois, me ocorreram mais duas situações onde tive contato com a chama violeta. 





Se vocês perceberam, essa meditação me trouxe uma integração dos quatro elementos sendo o deserto a terra, o mar a água, o fogo o fogo e a respiração o ar. 
A segunda experiência foi quando eu fui meditar no quarto que tinha literalmente uma luz roxa. Esse dia foi louco hahaha Comecei a sentir meu corpo vibrar, arrepios percorrendo minha espinha, choques nas mãos e nos pés e de repente eu fui tomada subitamente de energia, mas, o que foi inusitado é que eu senti minha cabeça formigar num nível extremo. Sentia energia vindo diretamente pro meu coronário e pasmem: senti uma mão que fazia carinho nos meus cabelos. Naquela hora eu soube que estava na presença de Saint Germain, me senti no colo de um irmão mais velho e ele se comunicou comigo com muito amor e alegria. Ele ria quando eu me estranhava com os choques (que eram gostosos e sutis, mas nunca havia passado por aquilo) e me tranquilizava enquanto eu recebia toda aquela carga de energia. Depois me disse coisas maravilhosas sobre como eu poderia transformar o sentido da palavra "linda" pra mim, porque eu não gostava muito de receber esse elogio, eu não me sentia assim e achava até superficial (algo que todos diziam para todos). Foi então que ele falou "você é uma linda estranheza" e TUDO mudou. Eu realmente sempre amei o que é estranho e sempre me senti estranha, e fazia todo sentido eu me amar e me sentir linda na minha estranheza, naquilo que me fazia única e diferente. Literalmente ele transmutou minha autoestima.


Inclusive, um dos mantras do Desafio dos Mantras (link) foi o "Eu sou a chama violeta". 
Obrigada pela sua presença aqui e por terem lido minha experiência.
Muita luz,
Evy

You May Also Like

0 comentários